A temporada da estética Por Vera Fiori

Por Vera Fiori

O outono/inverno é o período ideal para você realizar procedimentos estéticos que exigem distância do sol ou repouso. A reportagem separou alguns procedimentos e explica que tipo de reação a luz solar pode causar.

Lipoaspiração

A exposição ao sol é proibida por três meses e o pós-operatório gera traumas, que vão de sangramentos a edemas (inchaços) e hematomas. Segundo Antonio Graziosi, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Regional São Paulo (SBCP-SP), a lipo pode ser feita praticamente em qualquer região que tenha excesso de gordura localizada. Cânulas finas (2 mm a 4 mm) são introduzidas no tecido gorduroso por meio de pequenos cortes (2 mm a 3 mm), aspirando a gordura que está em excesso. O limite de gordura aspirada não pode ultrapassar 7% do peso corporal. É importante lembrar que a lipo não é indicada para emagrecer, mas sim para eliminar a gordura localizada.

Terapia fotodinâmica

É uma novidade que faz a pessoa rejuvenescer sem cirurgia. Segundo o dermatologista Otavio Macedo, essa técnica, utilizada nos tratamentos de lesões pré-cancerígenas da pele, vem sendo usada para rejuvenescimento e casos de acne, com excelentes resultados. São aplicados dois ácidos especiais que permanecem “incubados” na pele do paciente de uma a três horas. Esses ácidos são substâncias fotossensíveis, ou seja, atraem a irradiação de luz do aparelho, direcionando-a para o local a ser tratado. Luzes azuis e amarelas interagem com os ácidos, diminuindo as queratoses, sardas, pequenos vasos sanguíneos, e melhorando a textura da pele. São necessárias três sessões, com intervalos de três semanas. Após as sessões, a pessoa sente um ardor intenso na pele, devendo evitar a exposição solar por 48 horas. São indicadas pomada cicatrizante e compressas frias.

Ácidos, laser e hidratação

Para o cosmiatra Jardis Volpe, o inverno é a época mais indicada para o uso de cremes com fórmulas potentes (caso do ácido retinóico), que atuam na renovação celular. O retinóico refina a camada externa da pele e encorpa as mais profundas, rejuvenescendo. Durante o tratamento, a pele fica mais sensível e, por isso, precisa ser protegida com filtro solar. Além dos ácidos, os tratamentos a laser são bastante procurados nessa época, para remover manchas, combater rugas e flacidez. Cada vez mais modernos, os aparelhos propiciam resultados e recuperação rápidos. A luz intensa pulsada ajuda a remover manchas, sejam elas causadas pelo sol ou de coloração acastanhada (melasma), que surgem em geral na gravidez, atacando determinadas partes do rosto, como maçãs, testa e buço.

No caso de rugas faciais, ele indica o laser fracionado Pixel, que não deixa a pele dolorida e permite uma recuperação rápida. O tratamento consiste em fazer um aquecimento controlado da derme, que contrai a fibra de colágeno, deixando a pele mais lisa. Para flacidez, o laser Titan tem ação lifting, levantando o contorno do rosto. No geral, as sessões (de três a quatro) são mensais. O hidratante injetável, liberado aos poucos na pele por agulhas finas como fios de cabelo, é outra opção para nutrir áreas mais expostas ao ressecamento, como mãos, colo e pescoço. Aplicado na derme, a camada mais profunda da pele, o hidratante (Restylane Vital, da marca suíça Q-Med) age durante pelo menos seis meses no organismo. O médico aplica 0,01 milímetro do hidratante em cada ponto, e o tempo de duração de cada sessão é de cerca de meia hora. Se preferir, o paciente pode usar creme anestésico local.

Peelings naturais

Para revitalizar a pele, Raquel Szymonowicz, diretora da clínica Movinghands, sugere um tratamento facial de origem israelense, à base de 19 tipos de ingredientes, como minerais da lama do Mar Morto, lecitina, ácido hialurônico, extrato de gingko biloba, óleo de rosas, aloe vera, extrato de mel, betacaroteno. Este peeling acelera a assimilação dos nutrientes pela célula e melhora a drenagem do rosto, eliminando as marcas de expressão e oxigenando a pele. Outra novidade que Raquel trouxe de Hong Kong é a máscara de ninho de passarinho e pérola, indicada para clareamento, diminuição de sardas e linhas de expressão. Leva extrato de pérolas e nutrientes encontrados no ninho de um raro pássaro oriental, que são altamente protéicos. Além disso, possui vitaminas, enzimas, ginseng, extrato de camomila e de algas que aceleram o processo de substituição das células velhas por novas.

Máscaras

Para fazer em casa, a esteticista Roseli Siqueira ensina receitas de máscaras naturais que deixam a pele hidratada e com viço. Uma opção é a de aveia. Leva 1 colher de sopa de aveia, 1 colher de café de mel, 3/4 de xícara de infusão de chá verde em temperatura morna. Misturar os ingredientes, aplicar com as mãos em todo o rosto, deixando agir por 15 minutos e depois lavar. Em seguida, se quiser, aplicar outra máscara com 1 colher de sopa de mel e 5 gotas de óleo de girassol. Misturar e massagear todo o rosto, deixando agir por 5 minutos e retirar com água. Outra dica ideal para peles normais é uma infusão de pétalas de rosas brancas. Escolher seis rosas, remover as pétalas, colocar em um recipiente e acrescentar 1/2 litro de água fervente. Deixar descansar por cinco minutos e tampar. Limpar a pele com esse tônico. Depois pegar 3/4 de xícara da infusão e acrescentar nela ainda morna duas folhas de gelatina sem sabor, mexendo até diluir. Aplicar em todo o rosto, inclusive nas pálpebras, e deixar secar por quinze minutos. Lavar, secar e borrifar a loção. Para clarear a pele, massagear o rosto com um pouco de iogurte, usando uma escovinha de cerdas naturais. Lavar o rosto. À parte, bater no liquidificador 1 maço de salsinha com 1/2 litro de soro fisiológico e coar. Reservar uma xícara de chá e adicionar 2 colheres bem cheias de aveia em flocos finos. Deixar a mistura descansar por 5 minutos. Passar novamente o iogurte no rosto e, por cima, a máscara, deixando agir por 15 minutos, retirando com água.

Depilação com laser

Requer preparação prévia, assim como cuidados posteriores para assegurar melhores resultados e prevenir efeitos colaterais. De acordo com a dermatologista Fabiana de Castro, do Kyron Spa, em São Paulo, antes de iniciar o tratamento com o aparelho LightSheer, deve-se evitar depilações que removam o pêlo pela raiz, como métodos com cêras quente ou fria, pelo período de um mês. Após a aplicação, é desaconselhada a exposição solar direta. O período de restrição varia de acordo com orientação médica. Segundo a especialista, em alguns casos pode ser indicado o uso de cremes com propriedades antiinflamatórias. O LightSheer se dá pela aplicação de feixe de luz altamente concentrado. A luz é atraída pelo pigmento localizado na raiz do pêlo, neutralizando-o. O número de aplicações varia, assim como os resultados.

Tratamentos faciais

Ana Paula Urzedo, dermatologista da Clínica Onodera, explica que os meses de frio são favoráveis ao embelezamento do rosto, já que as temperaturas amenas e o sol fraco reduzem os riscos durante e após os procedimentos. A clínica tem três novos tratamentos faciais. Quasar é uma técnica de fototerapia que busca o estímulo fisiológico da pele. O aparelho emite luzes vermelha e azul com efeitos antiinflamatórios e bactericidas, sendo indicado para casos de acne, marcas de expressão, manchas e olheiras. O Plastic Skin tem como diferencial a combinação de novos cremes com princípios ativos de última geração. É uma técnica cumulativa (em média, dez sessões), que relaxa a musculatura por meio de ionização (corrente galvânica), massagem e uma máscara de cobre. Atenua rugas superficiais e linhas de expressão. E o peeling de ácido lático é o mais recente tratamento de esfoliação da clínica: combate melasmas e outras manchas. O ácido lático afina a pele e controla o ressecamento.

Mamas

Segundo João Carlos Sampaio Góes, mastologista e cirurgião plástico, diretor técnico-científico do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), a procura por cirurgias plásticas cresce nessa época do ano. No caso de cirurgia redutora, as cicatrizes estão cada vez menos visíveis. Em geral, são em forma de “I” ou periareolar (em volta da auréola. De acordo com o médico, é grande a procura por cirurgias que ao mesmo tempo corrigem e preenchem mamas caídas e flácidas com uma pequena prótese de silicone. Alguns cuidados devem ser tomados pelas pacientes, como procurar um cirurgião membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e conversar com ele sobre o volume adequado da prótese, para que seja proporcional ao tamanho de seu tórax e à quantidade de pele da mama. A principal restrição no pós-operatório é quanto ao esforço físico. Deve-se evitar carregar peso, correr, fazer ginástica ou atividades domésticas em que se precise de força. É permitido andar, dirigir e subir escadas, desde que com moderação.

Olheiras

O uso do laser é considerado o método mais moderno para eliminá-las, pois é atraído pelo pigmento do vaso e acaba destruindo-o. Mas atençã a técnica produz bons resultados em pessoas de pele clara, com vasinhos aparentes. A pele morena dificulta o reconhecimento dos vasos sanguíneos pelo raio laser e, por isso, há um risco grande de o tratamento ser ineficaz. São necessárias, no mínimo, seis sessões. Durante esse período, o filtro solar é indispensável, pois a pele pode manchar no contato com o sol. Outra alternativa são os peelings suaves à base de ácidos retinóico ou glicólico, em concentrações adequadas para a área dos olhos. Eles promovem a renovação da camada superficial da pele, amenizando as olheiras. Realizado no consultório médico, o procedimento pode ser feito apenas nas pálpebras ou em todo rosto, dependendo da qualidade da pele da paciente.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *